Já pensou em aumentar o lucro do seu restaurante acelerando o atendimento?

A espera no restaurante pode ser prejuízo para o seu negócio.

Imagine esse cenário: o seu cliente chega ao seu restaurante e encontra uma fila. Nela espera por 20 minutos até que uma mesa fique livre. Ninguém gosta de esperar, mas até esse momento ele está tranquilo, pois considera que isso faça parte do processo. Ao se sentar, recebe do garçom um cardápio. Enquanto abre o menu, o garçom se afasta. O cliente olha os pratos e ao mesmo tempo responde alguém pelo Whatsapp e rola a timeline do Facebook. Volta para o cardápio e decide que, para começo, vai pedir um Chopp.

Ele gastou 5 minutos para decidir o primeiro pedido.

Então, ergue a cabeça e olha para o garçom, que está atendendo outra mesa e não o vê. Resolve dar mais uma olhada no celular, enquanto espera para pedir a bebida. Ergue a cabeça novamente, fixa o olhar no garçom, e nada de ser visto. O cliente decide levantar um dos braços, sinalizando. O garçom finalmente o vê e está vindo.

Gastou mais 5 minutos para conseguir a atenção do garçom.

O cliente faz o primeiro pedido e o garçom anota em um bloco de papel. Enquanto está levando a anotação para o balcão, alguém o para no meio do caminho. Ele fica nessa mesa por mais 3 minutos, anotando outro pedido, e segue em frente. Lança o seu pedido no sistema e então o balcão recebe a comanda do primeiro cliente com o pedido de um Chopp.

Lá se foram mais 3 minutos a caminho do balcão. Depois de 7 minutos chega o primeiro Chopp (com sorte).

Entre a decisão de compra e até que o Chopp chegue à mesa, se passaram 20 minutos, isso sem contarmos o tempo que o cliente ficou na fila e o que levou até escolher o seu pedido. Agora, multiplique isso por mais uma entrada, prato principal e sobremesa.

20 minutos para um pedido?

E assim a noite segue com o restante do pedido. O resultado é o cliente insatisfeito, consumindo menos, mais fila de espera, além dos vários clientes que vão desistir de pedir ou até mesmo de esperar.

 

Como a tecnologia pode transformar o celular em um cardápio digital

Neste cenário típico reportado acima, existe um fator agravante: o celular. Ele distrai ainda mais as pessoas e quem perde são os donos de restaurante. Aquela espiada na rede social, fotos e até mesmo uma rápida olhada nos e-mails do trabalho, tornam o ciclo ainda mais demorado.

Tentar mudar esse comportamento de pessoas conectadas é remar contra a maré, gastar muita energia com poucos resultados.

Que tal se pegarmos esse problema e o transformarmos em uma solução para o seu restaurante?!

Um modelo de atendimento pelo próprio celular do cliente está estourando nos Estados Unidos. No Brasil, já existem modelos semelhantes, onde o restaurante cadastra o cardápio em um sistema online. O cliente consegue acessar o cardápio digital e faz o seu pedido pelo próprio smartphone, sem passar pelo garçom.

O principal aplicativo no Brasil é o Instaurant, que promete aumentar as vendas sem acrescentar custos fixos de atendimento.

O restaurante também pode usar como forma aplicativo para delivery, uma vez que o cardápio já está pronto. O aplicativo disponibiliza um plano gratuito, o restaurante só contrata outros planos se necessitar de mais recursos. É uma iniciativa patrocinada por grandes fornecedores do setor de alimentação e, por isso, o custo é reduzido para os os restaurantes, bares, cafeterias, food truck e, até mesmo, hotéis.

Conheça mais sobre o Instaurant no site www.instaurant.com.br.