Como restaurantes aumentaram vendas e lucro simplificando o menu?

Ingredientes da estação e criatividade na invenção de novos pratos. Essa é uma nova tendência entre os restaurantes. Todos os dias ou semanalmente, novos pratos são criados pelo chef, os quais atraem um público ávido por explorar novos sabores e ter novas experiências.

 

Já imaginou o custo de cada produto no cardápio para um restaurante?

Alguns restaurantes trabalham com menus extensos, pois acreditam que tendo muitas opções poderão atender os vários gostos. Isto até pode ser verdade, mas será que os impactos negativos desta prática valem a pena?

Para cada item no cardápio é preciso ter estoque, espaço de armazenamento, método e conhecimento específico de preparo e uma série de controles para garantir a qualidade e validade. O estoque consome capital, giro e tem um custo financeiro de manutenção e perdas. Dessa forma, a margem do restaurante é consumida pelo desperdício.

Além disso, tem a percepção do cliente que, ao solicitar um dos muitos itens do menu, fica frustrado ao não ser atendido pela falta do produto no restaurante. Um produto armazenado por muito tempo, mesmo que no prazo de validade, sempre está mais sujeito a ter uma queda na qualidade do sabor.

Enfim, o desafio de manter um grande cardápio para aumentar as vendas, pode significar risco ao caixa e na qualidade do atendimento.

 

Sem menu fixo no restaurante, o cardápio é alterado todos os dias

Os problemas relacionados anteriormente, demanda por produtos frescos e novidades, tem levado a uma mudança em muitos restaurantes brasileiros: cardápios que variam com frequência, o cardápio do dia.

O cliente e os restaurantes obtêm vantagens neste modelo. Os clientes tem a oportunidade de sair da rotina e conhecer novas opções, consumir produtos frescos e personalizados. Já os restaurantes podem conquistar novos clientes, experimentar novas opções, reduzir drasticamente o custo de estoque e a necessidade de capital de giro.

 

Aplicativo para restaurante com cardápio digital, a tecnologia é uma aliada

Para esse modelo de negócio, em que não há um menu fixo, o restaurante pode optar por um cardápio digital, onde é possível mudar a qualquer momento os pratos disponíveis, até mesmo durante o atendimento caso algum produto se esgote. O cardápio digital é visualmente mais atrativo, pois dá destaque às imagens de qualidade, oferece ao cliente mais informações sobre os pratos e também é mais flexível nas alterações das informações.

No Brasil já existe uma opção para atender a esta necessidade, é o aplicativo Instaurant. O restaurante cria uma conta gratuita, cadastra seu cardápio e pode até mesmo permitir que seus clientes peçam pelo próprio celular. Já pensou na comodidade para o cliente e para o restaurante? Agilidade, redução de custos de mão de obra para atendimento, informações para melhorar o atendimento e aumentar o consumo.

O aplicativo também ajuda a conquistar novos clientes, com um guia digital de restaurantes que destaca os locais cadastrados no Instaurant.

 Conheça o Instaurant e todos os benefícios proporcionados para os restaurantes e seus clientes.